Novidades

Tecnologia LED em prol da saúde

15/01/2013

O sistema desenvolvido pela GE Iluminação pode curar recém-nascidos com icterícia em até oito horas

Foto: Tecnologia LED em prol da saúde

A tecnologia LED está cada vez mais presente no nosso dia-a-dia, na iluminação pública, por exemplo, e hoje, pode ser utilizado no tratamento de recém-nascidos com icterícia. O sistema de fototerapia LED desenvolvido pela GE Iluminação, causa menor impacto ao meio ambiente do que os equipamentos da mesma categoria que utilizam lâmpadas fluorescentes. As lâmpadas LED são capazes de curar os bebês com uma média de 7,6 horas de exposição. Já as lâmpadas fluorescentes atingem o mesmo resultado com 10,4 horas.

Cada vez mais, os hospitais utilizam equipamentos energeticamente eficientes como o sistema de fototerapia da GE. Enquanto as lâmpadas fluorescentes compactas podem ficar apenas três meses ligadas continuamente, as lâmpadas LED funcionam até 50 mil horas, o que significa quase seis anos.

Além disso, a GE adicionou ao equipamento um sistema ótico que dissipa a luz de uma forma uniforme sobre o bebê. O sistema de fototerapia LED da GE não desenvolve erupções cutâneas nos recém-nascidos, um problema comum causado nos pequenos que fazem tratamentos como esse.

Desde 2011, a Wipro GE, uma joint venture entre a GE e a indiana Wipro, vendeu 1.000 unidades de sistemas de fototerapia LED. Metade desses equipamentos estão nos hospitais da Índia, país onde 5% dos 25 milhões de recém-nascidos por ano desenvolvem icterícia, um amarelamento da pele e outros tecidos, comum em bebês neonatais. Se não tratada, a icterícia pode causar danos no cérebro, perda de audição e anomalias físicas.

Os produtos mencionados neste material podem estar sujeitos a regulamentação do governo e podem não estar disponíveis em todas as regiões. Seu embarque e efetiva comercialização só poderão ocorrer se o registro estiver aprovado no seu país.
Fonte: Jornal da Instalação

http://lightingnow.com.br/blog/tecnologia-led-em-prol-da-saude